.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

29/11/2015

| Um vestido de cor paixão |

Não sou grande fã de rendas, não obstante goste de algumas peças e de pequenos apontamentos rendados. 
Esqueci tudo isso assim que vi este vestido, que acho lindo, bastante romântico, e que me faz sentir muitíssimo feminina.
Como ele é, só por si, bastante chamativo (ou não fosse em tom vermelho-paixão), juntei-lhe apenas o chapéu e a mini-bag, porque mais acessórios iam estragar, digo eu. 
Não é um mimo?









Vestido c/o SheIn, mini-bag Tally Weijl, 
sapatos Parfois, chapéu Shop1one

27/11/2015

| O (meu) sérum do momento |


Lembram-se da altura em que não existiam séruns?
Eu lembro-me mas, a partir do momento em que chegaram ao mercado, achei que precisava muito e nunca mais parei de usar!
O facto é que os 40 pedem cuidados acrescidos, e tenho por hábito usar tudo o que possa minimizar as rugas, essas malvadas terríficas.
Fiquei curiosa com este Lift+ Super Preenchedor Sérum assim que o vi, já que a sua fórmula combina Pro-Colagénio com microcápsulas AH, ou seja, pequenas esferas de Ácido Hialurónico. E do pouco que percebo, juntar colagénio e ácido hialurónico deve fazer bem, certo? Gosto de acreditar que sim, ainda que possa fazer porra nenhuma! 
Já o estou a usar há umas semanas e agrada-me especialmente o seu cheiro, muito suave, e o facto da pele o absorver num instantinho.
Se produz efeitos notórios não sei, mas têm-me dito que estou com muito bom ar; por isso, deve estar a funcionar qualquer coisita! :)

Custa €17,99 a embalagem de 30 ml, mas no Continente está com 50% de desconto; se ficaram curiosas, vale a pena aproveitar!  

23/11/2015

| Uma proposta de leitura descontraída |



O segundo romance de Maria Semple (de 2012), guionista de televisão e cinema, foi considerado o melhor livro do ano por publicações como, por exemplo, o The New York Times, e o público parece ter concordado, já que me fartei de ler críticas muito positivas sobre o mesmo.
A história centra-se na personagem de Bernardette Fox, uma arquiteta revolucionária completamente anti-social - casada com um guru da Microsoft e mãe de uma jovem muito promissora, a Bee -, que um dia desaparece sem deixar rasto. E mais não conto para não estragar a surpresa.
De tom irónico e sarcástico, tem passagens muito engraçadas, mas não deixa de ser uma grande crítica à sociedade atual. 
Embora me pareça um pouco exagerado ter sido considerado o livro do ano, é um bom romance, que se lê num instante, muito por causa da escrita simples e muito fluída.
Um dos aspetos que mais gostei foi o facto do narrador 'aparecer' muito pouco, já que a história é-nos maioritariamente contada através de e-mails, comunicados, cartas, mensagens, relatórios, etc. Verdadeiramente inovador!
O final desiludiu-me um pouco mas não é por isso que não o recomendo: dá para passar uns belos minutos de leitura descomplicada.

21/11/2015

| Preparadas para o frio? |

É sabido que a melhor forma de combater o frio passa por usar roupa em camadas. E para completar um look em grande estilo basta juntar-lhe um cachecol, um lenço ou uma manta, o que não faltam por aí são propostas confortáveis e giras que se fartam!
Andei no site da SheIn a escolher os meus complementos preferidos, muito acessíveis, e que acrescentam aquele apontamento cool que procuramos. 
Ora vejam:



Para saberem mais informações basta clicarem nos seguintes links:

1. Aqui; 2. Aqui; 3. Aqui; 4. Aqui; 5. Aqui; 6. Aqui

19/11/2015

| Em tons de cinzento |

É das cores que mais gosto de usar no outono/inverno, muitas vezes em versão integral, como neste caso, ou, então, na 'versão perfeição', que para mim significa conjugado com branco.
Aproveitei este dia para estrear o belt clutch bag que já vos tinha mostrado há uns dias e complementei com um chapéu - acessório que, nos próximos tempos, se vai transformar em essencial.
Simple and clean, as always! ;)










Camisola Zara, calças  Tally Weijl, chapéu comprado no comércio tradicional,
 botins La Redoute, belt clutch bag Parfois

17/11/2015

| Uma visita à Arquivo |

A Arquivo - Bens Culturais, Lda., é um local de sonho para todos os que amam os livros.
Para além da livraria tradicional - onde existe igualmente um espaço destinado aos gifts, de preferência de origem nacional - coabitam uma cafetaria (com uns bolos deliciosos) e uma galeria que funciona como auditório destinado, nomeadamente, a apresentações, workshops, oficinas, projeções de cinema, exposições e conversas com escritores.
A título de exemplo, foi lá que estive à conversa com autores nacionais dos quais gosto muito, como Valter Hugo Mãe ou António Lobo Antunes, e foi lá também que assisti ao '2001 - Odisseia no Espaço', do genial Stanley Kubrick.
Outra das prioridades da Arquivo são as crianças: todos os meses existem atividades gratuitas destinadas aos mais pequenos, como workshops de escrita criativa ou de ilustração (em dezembro próximo é-lhes dedicado um workshop sobre biscoitos de Natal). 
Para além de todas estas iniciativas, que mantêm a Arquivo em constante ebulição, este é um local onde sou capaz de passar horas e, quando me venho embora, só tenho pena de não trazer tudinho o que lá existe. Vida injusta!
Talvez seja a junção de todos estes factores que faz com que a Arquivo já tenha ganho vários prémios, tendo, este ano, sido escolhida como a 2.ª livraria preferida dos portugueses. Porque é que isso não me surpreende?

Para os interessados, fica na Av. Combatentes da Grande Guerra, 55, em Leiria.













15/11/2015

| Objeto de desejo |



Adoro o modelo, muito anos 60 e com um salto ultra confortável. 
O facto de custarem 690€ é um pormenor que agora não interessa nada!

13/11/2015

| Moda consciente e sustentável |

Numa altura em que o conceito de moda sustentável começa a assumir uma crescente importância, a Post Couture, criada pelo designer holandês Martijn van Strien, inova e propõe aos clientes que personalizem e imprimam as suas próprias roupas.
Não é difícil: basta ir ao site, escolher uma das peças que fazem parte da primeira coleção da marca (as peças são lindas e absolutamente minimais, como podem confirmar nas imagens aí em baixo) e fazer download dos moldes da peça; depois de personalizada - pode-se, por exemplo, tirar as mangas, aumentá-las, subir ou descer o tamanho da saia - é só 'imprimir' os moldes num cortador a laser, destacar e montar a sua própria peça.
Um dos objetivos por detrás deste conceito é acabar com o desperdício, já que as peças apenas são produzidas quando vendidas, sendo constituídas por uma malha 3D chamada Spacer Fabric, feita de garrafas PET recicladas.
Quem disse que o futuro é só amanhã?






Para saberem mais pormenores, basta irem ao site 
da Post Couture, aqui.

11/11/2015

| O maxi colete |

Até há uns anos, se havia peça que não me dizia nada era o colete. O único modelo que existia, ou pelo menos o único que eu conhecia, era o típico colete curto e masculino.
Entretanto as marcas começaram a modernizar o conceito e agora há uns quantos que não me importava mesmo nada de trazer para casa.
Com o maxi colete que estou a usar nas fotos foi amor à primeira vista: adoro a cor e o seu corte, que faz dele uma peça minimal que é a minha cara. 
Imaginei-o logo conjugado com preto e juntei-lhe apenas uma pulseira, original q.b. que, além de muito bonita, tem o extra de ser ajustável.









Maxi colete c/o daqui, camisola Zara, 
saia Stradivarius, botins Bershka e pulseira c/o daqui

09/11/2015

| Bruschetta à minha maneira |



Um jantar com amigos pressupõe boas conversas, risos, cumplicidades e, claro, boa comida. Convém, por isso, que a comida seja rápida a preparar, para não passarmos a noite na cozinha, certo?
As bruschettas são uma entrada perfeita porque, além de muito rápidas e fáceis de preparar, são tãããooo deliciosas!
Existem centenas de receitas (podem preparar bruschettas de mil e uma formas), mas aqui fica a receita das que preparei há dias:

Ingredientes:
Pão fatiado (alentejano ou similar)
Queijo amanteigado
Azeite e vinagre
Bacon fatiado
Tomate cherry
Rúcula ou alface
Alho em pó, pimenta e óregãos

Preparação:
O pão é pincelado com azeite e polvilhado com alho em pó. Em cada fatia de pão coloca-se uma fatia de queijo e uma de bacon e, por cima, um tomate cherry.
Leva-se o pão já preparado ao forno (a 170º), durante cerca de 10 -15 minutos. 
Após sair do forno, retiram-se os tomates para colocar a rúcula ou alface (consoante o que apeteça ou o que haja em casa). 
Volta-se a colocar os tomates no topo do pão e temperam-se os mesmos com um fio de azeite, um pouquinho de vinagre e uma pitada de pimenta.
Depois é só temperar abundantemente com óregãos e servir enquanto ainda está quente.
Bon apétit!