.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

28/05/2015

| Pelo Imaginarius |

No passado fim-de-semana fui até ao Norte, não só para visitar a família e os amigos, mas também para aproveitar o Imaginarius - Festival Internacional de Teatro de Rua de Santa Maria da Feira.
Penso que este é o maior festival de teatro de rua do país e, pasme-se, é totalmente gratuito!
Já lá não ia há muitos anos e, por isso, fui cheia de expetativas e vontade. Não consegui assistir a tudo (é quase impossível, com muita coisa a acontecer ao mesmo tempo), mas aproveitei muito. 
Tenho a dizer-vos que saí de lá deliciada, de coração cheio com o muito talento que existe por esse mundo fora (nesta edição - já a 15.ª - foram 250 os artistas envolvidos, de 19 nacionalidades).
Fiquem com um pouco do que vi(vi):




26/05/2015

| A preto & branco |

Se há peças que compramos que nos duram somente uma estação - ou porque não era bem aquilo (sim, estou a falar de compras por impulso), ou porque se estragaram (o que normalmente sucede quando gostamos mesmo muito delas), ou por outra razão qualquer -, outras há que parecem durar uma vida. É o caso deste vestido que comprei há muitos anos (seguramente há mais de dez), descoberto por um amigo que me acompanhou numa sessão de compras. 
Leve e fluído como gosto, uso-o religiosamente, pelo menos, uma vez ao ano. E o mais engraçado é que na 1.ª vez que o vesti (lembro-me bem, estava a comemorar o meu aniversário), ele sofreu um acidente de queimadura de cigarro na parte da saia, o que me deu vontade de estrangular o queimador de vestidos novos. 
No entanto, levei-o a uma costureira, que conseguiu disfarçar aquilo em três tempos (o padrão do vestido ajudou) e, até hoje, é uma daquelas peças que me vem acompanhando, ande eu por onde andar. E olhem que me farto de andar por aí! 









Vestido Zara, camisa H&M, sabrinas Seaside, shopper Parfois

24/05/2015

| Summer closet |




Não estou a exagerar quando afirmo que andava há semanas para mudar, de vez, a roupa de inverno para verão. Isto diz muito de mim enquanto dona de casa, mas não há nada a fazer: detesto todas as tarefas caseiras e preciso de uma preparação prévia intensiva para fazer algo como mudar o guarda-roupa.
O grande problema no meio disto tudo é que, por outro lado, sou bastante organizada e gosto de ter a casa sempre limpa e arrumada. Resultado? Uma má disposição imensa, principalmente nos dias da limpeza. Enfim, dramas...
Em relação à mudança dos trapinhos, ela tinha mesmo de acontecer - estava tudo uma grande misturada - e, se me custou concretizar a tarefa, o facto é que agora me dá um grande gozo abrir as portas e ver tudo no sítio.
Quem disse que o prazer não dá trabalho enganou-nos bem! :)




22/05/2015

| Um dia pelas Caldas da Rainha |

Cada vez gosto mais de conhecer o nosso país, tão cheio de encantos. Há uns dias fomos até às Caldas, que não conhecia de todo.
Depois de  umas compras feitas na Praça da Fruta (um mercado de frutas e legumes ao ar livre que é uma das imagens de marca da cidade), houve lugar a um passeio calmo e demorado no Parque D. Carlos I (visita obrigatória!) e ainda pelo centro da cidade.
Claro que uma ida às Caldas não pode terminar sem uma visita à loja Bordallo Pinheiro, que se situa na própria fábrica, onde tive de me conter para não comprar as sardinhas todas - são tão bonitas!
Aqui ficam algumas fotos:











20/05/2015

| Das malas para o verão |

Enquanto fã absoluta do branco, em qualquer estação e independentemente do tempo que faça, não podia deixar de vos mostrar as minhas escolhas, usáveis em várias ocasiões.
É que se com o preto não me comprometo, com o branco estou sempre um encanto (eheh, desculpem a piada básica, mas tinha mesmo de ser)!



Todas as malas são Sheinside e podem ver mais pormenores aqui:

19/05/2015

| Há quanto tempo não falávamos de cinema |




Lawless (ou, em português, Dos homens sem lei), é um filme de 2012 realizado por John Hillcot, com argumento do multifacetado (que faz tudo bem) Nick Cave.
Porque não gosto de entrar muito no conteúdo dos filmes, para não estragar a novidade para quem for ver, direi apenas que este filme se baseia na história real dos lendários irmãos Bondurant, produtores e contrabandistas de bebidas alcoólicas no estado da Virgínia, durante a lei seca americana.
Um belíssimo filme, onde destaco a fotografia e a banda sonora, e uma mão cheia de atores com a grande: Shia LaBeouf, Tom Hardy, Jason Clarke, a minha querida Jessica Chastain e um gigante Guy Pearce, que tem um desempenho para lá de fabuloso. 
Um aviso: este filme não é para meninas!


Descobri o What we do in the shadows (dos neozelandeses Taika Waititi e Jemaine Clement, de 2014) através do sempre à frente Nuno Markl. A crítica que ele fez ao filme no seu blog e o facto de serem raras as boas comédias levaram-me a vê-lo logo que possível.
A fórmula não é nova - retrata a vida de um grupo de vampiros, misturando o estilo filme vs documentário - mas funciona na perfeição. Muito ao estilo Monty Phyton, com momentos muito estúpidos, mas em bom, arrancou-me várias gargalhadas genuínas.
Tentem ver, é o meu conselho!

17/05/2015

| Um look candy |

Já há muitos anos que não usava uma camisa de ganga, mas este ano não me podia escapar! 
Quando vi esta (é daqui), soube de imediato que era a minha escolhida, não só pelos seus pormenores e pelos botões - exatamente os que queria -, mas principalmente pela sua cor-azul-céu-calmo-lindo-e-delicioso-onde-apetece-mergulhar.
A verdade é que todo este look me sabe a verão, e o verão sabe-me bem demais! ;)










Camisa daqui, calças Mango, sabrinas Seaside, malinha artesanal, pála Stradivarius

15/05/2015

| Joana Marcelino Studio |

Quando era criança fartou-se de ir a leilões com a família e brincava frequentemente nos coches que o pai colecionava. Isso influenciou, sem dúvida, a vida da Joana, arquiteta, apaixonada por interiores e pela arte, que reconhece adorar rodear-se de coisas bonitas (como a compreendo!).
Com o intuito de, mais do que uma loja, ter um studio, instalou-se no n.º 22 da Rua de Alcobaça, aqui em Leiria, um espaço onde se podem encontrar peças de editoras e marcas internacionais (de que La Chance e Mattiazzi são exemplos), e que Joana faz questão de que sejam especiais. Aliás, gosta de saber tudo sobre as peças que comercializa, tentando dar alma aos espaços onde trabalha (talvez tenha sido essa uma das razões que levou Anna Westerlund a apresentar a sua nova coleção neste local, no final do mês de março).
Eu, não percebendo muito da área, mas enquanto apreciadora daquilo que é belo, gostava de ter em casa o conteúdo todinho do Joana Marcelino Studio e, só por esse facto, este post impunha-se!









14/05/2015

| Vamos à la playa (oh oh oh oh oh) |

Com o aproximar da silly season torna-se imperioso saber que biquinis e fatos de banho é que andam por aí a piscar-nos o olho, quais diabos de tecido! 
Os fatos de banho estão cada vez mais bonitos, mas ainda não é este ano que vou usar. E porque preciso urgentemente de um biquini, estou muito tentada a comprar o verde e branco aí de baixo, da H&M, bonito e barato como se quer. Tenho é de vê-lo numa loja, para poder sentir a qualidade (desejada) do tecido.
No entanto, fosse eu rica, comprava um modelo de cada dos que selecionei para este post. Digam de vossa justiça, são ou não adoráveis?



12/05/2015

| Riscas ao ² |

Gosto muito da tendência de misturar padrões, mas tenho consciência de que um passo em falso pode transformar-se em algo desastroso!
Para este look decidi misturar riscas (adoro, acho que era capaz de usar riscas durante o verão inteiro e, se calhar, no inverno também), e arrisquei um pouco mais juntando-lhe as galochas aos quadradinhos (ou vichy, se usarmos o termo 'técnico').
Considerando que me senti muito confortável, e olhando para estas fotos, acho que foi uma aposta ganha.
Espero que concordem comigo! :)










Calças e cachecol Tally Weijl, camisola H&M, galochas Vans