.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

28/06/2014

| fashiONoir apresenta: |




Imagens: shopstyle.com



Não sou grande fã de fatos de banho, prefiro mil vezes a versatilidade dos biquinis, mas este, da coleção 
Primavera.Verão da maravilhosa Mary Katrantzou, é perfeito!


24/06/2014

| Até já |


Preparei o set para vos mostrar algumas das (poucas) coisas que me acompanharão até Londres, onde vou passar os próximos dias. Nunca lá estive e estou ansiosa e excitada e com aquela adrenalina boa que desce ( tipo espírito) sobre quem adora viajar.
Continuando, estava a fotografar o set quando a madame Maria decidiu que devia abrilhantar o ambiente e, com aquela lata muito característica dos gatos, se pôs a passear sobre o cenário, fingindo uma indiferença do género não percebi que estou a incomodar.
As fotos ficaram tão engraçadas que acabei por escolhê-las para este post. Ora vejam:  







P.S. 1: Quando voltar da cidade da minha querida Amy Winehouse, de Jude Law, de Kate Moss, de Sid Vicious, de Stella McCartney, de Naomi Campmbell, de David Beckham, de The Clash, de Vivienne Westwood, de Daniel Day-Lewis, do (maravilhoso) David Bowie, de Alexander McQueen, de Freddie Mercury, and so on, and so on, prometo posts com muitas fotos!

P.S. 2: Até ao meu regresso posto qualquer coisa se tiver tempo ou oportunidade, mas sem certezas já que férias são férias e estas são particularmente especiais.

Até já.

22/06/2014

| Cuidados de rosto |





Estou a usar o creme de dia e o contorno de olhos da linha UltraLift, da Garnier, anti-rugas e reafirmante ativador da luminosidade. Ao final de 15 dias posso dizer que estou bastante satisfeita com o resultado, principalmente no que à luminosidade respeita, já que noto grandes melhorias. Agrada-me ainda o seu cheiro e textura, visto que são muito leves (o contorno dos olhos é quase líquido) e rapidamente absorvidos pela pele.
A propósito de cremes de rosto, uma colega alertou-me para um teste feito recentemente pela DECO, que comparou anti-rugas de várias marcas, nomeadamente da ROC, Vichy, Garnier, Cien e Diadermine.
Pois fiquem sabendo que o anti-rugas da Cien (sim, à venda no Lidl) foi considerado o mais eficaz e o da ROC foi considerado o mais fraquinho; não sei concretamente que cremes é que foram analisados porque não vi o estudo, mas é de ficar de boca aberta, não é?
O anti-rugas da Garnier de que aqui falo, segundo a minha colega, ficou bastante bem classificado. Obaaa!
Pois é, mais uma vez se prova que preços mais altos não são sinónimo de maior eficácia (ainda bem para nós que podemos poupar), mas sinto-me um pouco enganada pelas marcas com preços menos acessíveis. Afinal, por muito menos consigo melhores resultados e, supostamente, não devia ser assim!
Estamos sempre a aprender...

20/06/2014

| Um look cheio de cor |


Queria usar as minhas sandálias (de menina) e foi a partir delas que construí este look. Assim, decidi que se queria apostar na cor, mais valia abusar, e foi o que fiz! :)








Calças Mango, top Tally Weijl (acho, já que, para não variar, lhe cortei a etiqueta), sandálias Guimarães.

A clutch foi oferta de uma revista qualquer (já há anos) e, volta e meia, lembro-me de ir repescá-la. 


18/06/2014

| Yves Saint Laurent - O filme |





A história inicia-se no período em que YSL é nomeado para dirigir a casa Dior, quando tinha apenas 21 anos. Era uma pessoa discreta e muito gentil, acho que a sua principal característica.
Após o seu primeiro desfile, ele conhece Pierre Bergé, que se tornará no seu companheiro de muitos anos e grande protetor (sem o qual não sei se se teria aguentado), que o vai ajudar a lançar-se em nome próprio.
Depois há os excessos, muitos, em que as drogas, o sexo e o álcool assumem o papel principal (não é sempre assim?). No entanto, a carreira do criador não é afetada por esta espiral devido ao seu brilhantismo. E YSL era brilhante.
O filme não é totalmente esclarecedor, já que dá a entender que Yves e Pierre Bergé ficaram juntos a vida inteira, o que não é verdade: segundo li, eles separaram-se em 1976, embora tenham continuado a trabalhar juntos por mais de 30 anos. Além do mais, não nos explica também qual foi a causa da morte do estilista: cancro cerebral.
Não é um daqueles filmes que nos deixa boquiabertos mas também não damos o nosso tempo por perdido. Gostei sobretudo porque nos põe em contacto permanente com as obsessões e demónios do criador, e olhem que não eram poucos!


14/06/2014

| É uma casa portuguesa, com certeza |


Aconselho a quem estiver em dieta ou a quem for contra refeições deliciosas altamente calóricas e provocadoras de colesterol a ignorar este post. Quanto aos outros, é favor não babar, ok?
Por regra faço uma alimentação equilibrada (vou tentando, pelo menos), mas quando prevarico faço-o a sério! Foi o que se passou com este jantar especial, e tudo culpa da minha amiga M., que me ofereceu este queijinho (???) da serra. Depois foi só encontrar os acompanhamentos certos (azeitonas, óregãos, uma espécie de presunto afiambrado, melão fresquinho, pão e compota caseira de chila), juntar um bom vinho branco e uma belissima conversa.
Se algum dia me quiserem oferecer algo, já sabem: quem me proporciona um jantar assim (atenção que a conversa tem de ser interessante, senão falta algo de muito importante), faz de mim uma mulher muito feliz! Eu sei, os meus grandes prazeres são demasiado simples.







12/06/2014

| The sixties are back |


Se existe década que exerce um especial fascínio sobre mim é a de 60, acho que muito por culpa da revolução cultural baseada no famoso ‘peace & love’, dos festivais como o de Woodstock, das flores na cabeça, do crescimento do rock’n’roll em toda a sua força.
Também a roupa usada naquela altura me encanta (desde sempre), e é por isso que faço vénias pelo facto dos 60’s estarem de volta, sendo uma das grandes tendências para o próximo outono (yuupiii): vestidos e (muito mini) saias de corte reto ou evasé, padrões gráficos contemporâneos e casacos de estrutura forte são complementados pelas botas ‘go go’ et voilá, temos look! 
Aqui ficam algumas propostas das coleções Pre Fall e Fall 2014 dos grandes estilistas mundiais, lindas e maravilhosas (hum, acho que era capaz de matar para ter o casaco Fausto Puglisi, mas isso agora não interessa nada)!




Imagens: style.com


10/06/2014

| Deixem o pimba em paz |







Sou fã da Manuela Azevedo desde a primeira vez que ouvi o 'Problema de Expressão' na rádio e fiquei-lhe completamente rendida assim que assisti ao primeiro concerto de Clã. Sob aquela aparência frágil está um concentrado de (boa) energia que me conquistou de imediato e, tantos anos passados, assistir aos concertos da banda continua a ser um prazer.
Em relação ao Bruno Nogueira considero-o um dos melhores humoristas da atualidade e, além do mais, o homem está cada vez mais versátil e tem crescido imenso (não em altura, porque isso ele já tem bastante)!
Por isso, na semana passada, fui com uma amiga ver a dupla no seu mais recente projeto, 'Deixem o pimba em paz'.
Já tinha lido qualquer coisa sobre o mesmo e sabia que o espetáculo se relacionava com a música pimba vista sob um novo prisma, com uma nova roupagem. Na contracapa do cd , que tive a sorte de ser autografado pelos elementos do projeto (obrigada minha querida M. por mais este mimo), pode ler-se: 'Deixem o Pimba em Paz é um concerto e um espectáculo de desconstrução. E já não é pouco."
Mas tenho de afirmar que é muito mais do que isso: um espetáculo de humor (com o Bruno sempre em forma), de músicas belíssimas, em estilos como o jazz ou bossa nova (acho eu), e muitos risos e coros de quem quase só consegue acompanhar os refrões.
A Manuela está, para não variar, brilhante e, como o Bruno fez questão de afirmar, fizeram-se acompanhar por alguns dos melhores músicos nacionais.
O público deixou-se levar (aliás, não podia ser de outra forma) e rendeu-se em absoluto. Foi tão bom, mas tão bom que, se puderem, não deixem escapar. Vão adorar, não tenho qualquer dúvida.
O grande problema disto tudo é que aqui por casa tem-se ouvido demasiada música pimba (mas desconstruída em bom). Menos mal! :)

08/06/2014

| Sandálias de menina |






Desde criança que sou apaixonada por sandálias de plástico, o que me levou a usá-las ao longo do tempo, sempre que elas voltavam às lojas, e a perguntar-me, ano após ano, porque é que não estavam à venda.
Assim que os meus olhos caíram em cima destas meninas soube que tinham de ser minhas e compreendi que nunca vou deixar de gostar deste tipo de calçado. Tanto assim é que atrevo a imaginar-me com 70 anos e a usar estas sandalitas, como se de uma menina me tratasse.
Há coisas que não mudam (e ainda bem)!


06/06/2014

| Kimonomania |


Os kimonos estão em altas e ainda bem! Adoro-os, tenho dois (mas acho que não me ficarei por aqui) e não me canso de usá-los.
Como este kimono é bastante chamativo, com as suas flores que me fazem lembrar bordado da Madeira, as restantes peças tinham de ser mais sóbrias e discretas para deixá-lo brilhar.
Olhando para as fotos acho que posso afirmar: objetivo cumprido! :)











Top, calças e sandálias Zara, kimono Stradivarius e clutch Parfois


04/06/2014

| Acessórios com cheirinho a verão |


Se há algo de que gosto mesmo é de acessórios que, se bem usados (com peso e medida, sempre!) podem dar a um look simples aquele quelque chose que o transforma em perfeito.
(Por exemplo, nestes dias em que o tempo tem estado uma valente merda treta têm-me salvo os lenços: como já não sei o que raio vestir, são eles que me permitem usar looks diferentes partindo da mesma base.)
Para este post fiz uma seleção de acessórios que, pela sua utilidade, cores e leveza, são a cara do verão. Não são lindos de morrer?

P.S. Este ano tenho de comprar uma pála inspirada nesta Emilio Pucci (de babar), mas a preços de gente.  




1. Óculos de sol Illesteva; 2. Turbante ASOS; 3. Pulseira Aurélie Bidermann; 4. Clutch Edie Parker; 5. Pála Emilio Pucci; 6.Chinelos Zara; 7. Relógio Parfois


01/06/2014

| Mimos feitos à mão |


Já perceberam com certeza que gosto de divulgar por aqui projetos, sítios, produtos ou ideias que me chamam a atenção, pelo seu valor, beleza ou criatividade, por exemplo.
Através de uma amiga, que me ofereceu uma mala muito bonita no aniversário – posso usá-la a tiracolo ou como clutch, descobri as carteiras (ou nécessaires, estojos, bolsas para telemóvel, etc.) da autoria da Odete, que se dedica a isto em part-time.
Gosto principalmente dos detalhes, da qualidade dos tecidos, dos acabamentos - muito perfeitos - e dos preços, muito, muito em conta (os porta moedas mais pequenos custam 6 € e os valores vão subindo consoante o trabalho despendido ou o tamanho das peças). E depois não há duas peças iguais!
Por tudo isto não resisti a fotografar uns modelitos para vos mostrar (ah, e se alguém tiver interesse ou quiser saber mais informações pode ligar para a Odete Mota através do n.º 919354117).
Não são um mimo?