.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

29/05/2014

| Uma noite na feira popular |





Na semana que passou dei um salto à Feira de Maio (a feira popular anual de Leiria) para assistir ao último concerto dos Silence 4, que se formou quando eu tinha 21 anos. A sério, como é que é possível ter passado tanto tempo???
Recordo-me que descobri esta banda através de uns cd’s que a revista Cosmopolitan oferecia na altura com novos valores da música portuguesa (foi assim que descobri também Da Weasel e lembro-me de ter pensado Uau, o que é isto?).
Voltando aos Silence 4, ouvi muito o primeiro cd, que adorava, mas ao segundo não dei muita importância, já que se gerou uma histeria coletiva tão grande à volta da banda que me começou a enjoar toda aquela febre.
Mas soube-me muito bem assistir ao seu concerto de despedida (a chuva não demoveu as muitas pessoas presentes) e perceber que ainda me lembro, quase na totalidade, da maior parte das letras. Incrível, considerando o tempo que passou, não é?
Antes do concerto aproveitei para dar uma volta pela feira, o que me permitiu comprovar que, embora seja uma mulher crescida, continuam a deslumbrar-me as barraquinhas das pipocas e das farturas, as luzes e os divertimentos das festas. Há facetas minhas que se mantêm completamente infantis e esta é, em absoluto, uma delas!


27/05/2014

| A simple look |


Este outfit é a minha cara: simples (sempre), fluido, de tons suaves e com um ar muito primaveril!
Espero que gostem! ;)









Calças Zara, camisa H&M, clutch Atmosphere, sandálias After Hours


25/05/2014

| Diz que é uma espécie de flores comestíveis |





A pedido de muitas famílias (ou, sendo mais rigorosa, de 4 leitoras do estaminé) aqui fica a receita do que decidi chamar de flores comestíveis, porque é o que me faz lembrar.
Vi estas tostas no Food & Emotions e adaptei a receita, que é a coisa mais simples do mundo.
Então é assim:




1. Barra-se uma fatia de pão de forma com manteiga e coloca-se numa taça relativamente pequena, para que adquira aquela forma que faz lembrar uma flor.
No centro coloca-se um pouco de queijo, que vai derreter, nham, nham!

2.  De seguida é só mandar lá para dentro um ovo, temperado com uma pitada de sal e pimenta, e levar ao forno (atenção que a temperatura não deve estar muito alta, de forma a que o ovo tenha tempo de cozinhar sem que o pão se queime).

3. Finalmente retira-se do forno e admira-se por 1 minuto antes de comer.

Tão fácil que parece mentira, não é? Experimentem que não se vão arrepender e... bom apetite!

P.S.: Em relação ao CC Cream da Babaria de que falei há uns dias, o mesmo encontra-se à venda nas lojas Continente (pelo menos na de Leiria) por 8,99 €.



21/05/2014

| CC Cream da Babaria |





Comprei este CC Cream há uns meses mas só agora o comecei a usar, já que o raio do BB nunca mais acabava. Claro que, gaja viciada em cremes como sou, fico em pulgas para experimentar as novidades e até exagero nas quantidades para que o produto que estou a usar acabe mais depressa (aposto que muitas de vocês conhecem a sensação)! :)
Os CC Cream (Colour Control), além das funções do BB Cream (Blemish Balm) – ou seja, proteção e hidratação da pele com proteção solar e uma leve cor – possui também antioxidantes, tendo ainda um maior poder de cobertura.
O meu maior receio era que o poder de cobertura deste CC fosse tão grande que mais parecesse uma base e que a pele ficasse com um aspeto artificial. No entanto, não foi isso que sucedeu e estou bastante contente com o resultado: a pele fica uniformizada e com um tom suave e natural!
Também adorei o cheiro deste produto: embora ainda não tenha conseguido descobrir verdadeiramente a que é que cheira, remete-me para um odor de praia, o que me parece muito bem!
Finalmente, o preço é bastante em conta (a embalagem de 50 ml custa à volta de 6.62 €) pelo que acho bastante equilibrada a relação qualidade-preço.
De 0 a 10? Dou-lhe um 7.



19/05/2014

| Yellow |


Misturam-se duas cores que adoro (estou in love com esta camisola) com o azul magnífico do céu et voilá! :)










Saia Pull & Bear, camisola H&M, sandálias Zara, mala Vogue


18/05/2014

| The Grand Budapest Hotel |






Assim se chama o mais recente filme de Wes Anderson, de quem sou grande fã, já que este é um realizador que, mais do que fazer filmes, cria verdadeiras fábulas.
Embora a história seja um tanto simples – o consierge do The Grand Budapest Hotel, Gustave H, é acusado da morte da sua amiga e amante Madame D., o que se torna num grande problema devido à sua enorme fortuna - o resto é tão intenso e non sense e perfeito e acutilante (uma mistura de Fellini, Monty Ptython e Tim Burton, como li algures e com o qual concordo em absoluto) que, num instantinho, esquecemos a simplicidade da narrativa e deixamo-nos transportar para o maravilhoso mundo de Wes Anderson, muito por ‘culpa’ dos planos perfeitamente simétricos, da banda sonora (da responsabilidade de Alexandre Desplat) e da fotografia, com cores lindíssimas.
The Grand Budapest Hotel venceu o Urso de Prata – Prémio do Júri na 64.ª edição do Festival de Berlim e, ainda por cima, é um concentrado de atores fabulosos, alguns dos quais são já habituais nos filmes de Wes: Ralph Fiennes, Jude Law, Tilda Swinton (irreconhecível por baixo de quilos de maquilhagem), Bill Murray, Jeff Goldblum, Willem Dafoe, F. Murray Abraham, Adrien Brody, Owen Wilson, Edward Norton, Harvey Keitel ou Léa Seydoux.

Chega? 


16/05/2014

| Os batons deste verão |



Imagens: Perfumes & Companhia



Estas são apostas seguras para este verão e encontram-se à venda na Perfumes & Companhia. No sentido dos ponteiros do relógio e a terminar ao centro:

L’Absolu Rouge BX da Lancôme – 28,50 €
Perfect Rouge da Shiseido – 27,15 €
Rouge Allure Velvet da Chanel – a partir de 27.85 €
Rouge Pur Couture Golden Lustre da YSL – 26.70 €
Peeptoes & Petticoat da Make Up Factory – a partir de 9.50 €


14/05/2014

| Começar o dia na rua |



No sítio onde vivo existe uma espécie de jardim interior, um espaço com plantas, duas mesas e algumas cadeiras, para utilização dos moradores.
Como me mudei para lá no inverno, e não obstante o acesso ao jardim se situe praticamente à porta do meu apartamento, não lhe dei grande importância (achei um espaço bonito e pronto). Esta indiferença manteve-se até há umas semanas, até que a primavera começou a dar um ar da sua graça e me apercebi de que o sol bate ali todo o dia. Ui, o que fui descobrir (e pelos vistos só eu é que descobri, já que não vejo vizinhos por ali)!
Aqui convém esclarecer que, embora tenha urticária solar, pelo que tenho de ter muito cuidado com o sol, encher-me de protetores fator 50 e coisa e tal (daí não perder este tom de zombie porque, apesar de tudo, prefiro o meu tom natural disfarçado com o Pernas Divinas da Caudalie do que encher-me de bronzeadores que me marcam o corpo, por muito que possam afirmar o contrário), sou absolutamente fã do nosso amigo solinho e, para mim, quanto mais quente melhor.
Na semana passada decretei a abertura oficial do ‘meu’ jardim privado, com o primeiro pequeno-almoço ao ar livre deste verão e, pelo andar da carruagem, vou passar mais tempo no jardim do que em casa.
Sabe tãããooo beemm…








P.S.: Se estão curiosos com aquela espécie de torradas estranhas que se vêem nas fotos, não se preocupem que depois explico a receita. 


12/05/2014

| Um look em detalhes |



Comprei este vestido talvez há uns 5 anos, numa loja multimarcas, quando ainda vivia na Terceira. Lembro-me de que foi baratíssimo, pelo que pensei Ok, vai dar para usar meia dúzia de vezes e depois vou ter de encostá-lo porque vai ficar cheio de borboto!
Ainda assim comprei-o (adorei os detalhes nos ombros e na saia) e, surpresa das surpresas, todo este tempo volvido e ele parece novinho! Não sei a sua marca (arranquei a etiqueta já que, como sucede muitas demasiadas vezes, ela picava-me), e continuo a adorá-lo.
Se há compras felizes esta foi, sem dúvida, uma delas, funcionando como uma espécie de peça-conforto: quando não me apetece vestir mais nada, existe sempre este vestido cinzento que me faz sentir uma princesinha (dos tempos modernos)! :)  



11/05/2014

| A primavera é das borboletas - Continuação |


Lembram-se deste post?

Publiquei-o no dia 29 de janeiro deste ano e afirmei na altura: 'Preparem-se, porque elas vêm aí e vêm em força. Vai ser uma tendência fortíssima, podem escrever!'
Fiquei, por isso, muito contente quando vi, na edição de abril, que a Vogue portuguesa concorda comigo! 
É sinal de que estou no caminho certo e isso sabe muito bem. :)






09/05/2014

| Uma visita ao Alentejo |


Quando imagino o Alentejo penso em sol, paisagens planas de perder de vista, muita paz e boa comida. Há uns dias fui com uns amigos até Estremoz, que não conhecia, e concluí que o Alentejo continua igualzinho à ideia que construí sobre ele.
Depois de um passeio pela cidade muralhada, almoçamos na Cadeia Quinhentista, um restaurante que se situa num edifício do século XVI onde funcionava a Cadeia Comarcã de Estremoz. Não é um sítio barato mas come-se bastante bem; as entradas e as sobremesas são de babar! Experimentei ainda um licor de bolota que, não sendo delicioso, soube bem para digerir o exagero que comi.
Depois de almoço demos um salto ao Fluviário de Mora, que é uma espécie de oceanário, mas de rio. Bonito mas relativamente pequeno, com um preço excessivo para o que há para ver.
Na volta, os vidros do carro abertos, o sol a bater, a brisa primaveril e toda aquela serenidade que só encontro neste cantinho do país.
Um mimo!















05/05/2014

| Semente - Terapias Naturais |


Tendo ido passar uns dias à terrinha (felizmente foram poucos já que, com a quantidade de queijos e enchidos presentes nas mesas do Norte, se ficasse mais uns tempos regressava a casa tipo cachalote), aproveitei para fazer uma massagem de relaxamento na ‘Semente – Terapias Naturais’ (obrigada Ana, por me teres tirado anos de vida de cima do corpinho!).
Além de massagens – por exemplo, de relaxamento, ayurvédicas ou do som, esta última com recurso a taças tibetanas - a Semente disponibiliza ainda terapias como acupunctura, reiki, naturopatia, reflexologia ou shiatsu. Quem quiser pode ainda aceder a consultas de nutrição ou psicologia.
Tudo isto tem lugar num espaço muito acolhedor, sereno e cheio de pormenores muito bonitos e, além do mais, as proprietárias são uma simpatia: não há, por isso, desculpas para não nos deixarmos mimar e, simultaneamente, cuidarmos de nós!


Para os interessados, a ‘Semente – Terapias Naturais’ fica no n.º 28 da Rua Dr.ª Domitília de Carvalho, em Santa Maria da Feira.

Mais informações aqui.










03/05/2014

| A boyfriend t-shirt |


Aproveitando a onda 'masculina' que se anda a abater sobre mim, num destes dias usei a t-shirt masculina combinada com uns stilletos e um lenço muito femininos.
O resto? Pormenores... 












T-shirt de homem Zara, jeans Tally Weijl, stilletos Suiteblanco, mala envelope Parfois